Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017

30/11/2017 - Osasco - SP

Alunos das Oficinas de Arte e Núcleo de Dança encantam público do TMB




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Barueri

 

No último final de semana o Teatro Municipal de Barueri recebeu mais cinco apresentações da Mostra de Artes de Fim de Ano, que fazem parte das homenagens aos 100 anos da exposição da artista plástica Anita Malfatti - precursora do Modernismo no Brasil. 

No sábado (25), “A Menina de Lá”, com a direção do professor de teatro Daniel Bernardes, destacando a aluna Ana Júlia Almeida Fernandes, de 5 anos, como personagem principal da peça retratou a relação da criança diante da necessidade de comunicar-se. Kainan Silva, aluno que participou de uma das cenas, ressaltou a importância do trabalho realizado pela Secretaria de Cultura e Turismo. “Iniciei as aulas em março desse ano e já é a segunda peça que participo, estou muito feliz”.   

O público presente no TMB também assistiu ao espetáculo Sinfonia Paulistana, um musical que mostrou personagens, locais e histórias de uma São Paulo Antiga. Na última apresentação do dia, às 21h30, foi a vez de “Anita Norato e o Modernismo no Brasil”, que mostra “Urutu, a Cobra Norato" como um dos símbolos mais importantes do movimento antropofágico brasileiro. 

Já no domingo (26), às 15h, tivemos a peça “Acampamento das Lendas Mágicas”, que contou a história de um local mágico liderado por uma bruxa, onde crianças de férias aprendem a consumir arte. Em seguida, às 18h30, os alunos do professor Marcelo Cozza apresentaram o espetáculo “Anita em 3 Tons”, mostrando uma pesquisa sobre a artista Anita Malfati dividida em três partes: a exposição, a menina da janela e Anita Malfati hoje em dia.  

Muito emocionado o professor Daniel Bernardes afirmou: “O que sei é que está muito bom e que a cidade é reconhecida pelo seu potencial tanto econômico como cultural. Percebo que nunca tive alunos tão sérios, no sentido de comprometimento e de levar o curso a sério. Desta farta seara, alguns astros e estrelas mirins e adultos, que não fiz nada além de um esforço para destacá-los mais nas Apresentações de Fim de Ano das Oficinas de Artes Integradas. Aos que não estavam ainda na altura das 'estrelas', reconheço e reverencio todo trabalho pedagógico. Nunca avaliei se meus alunos acertaram ou erraram, mas sim se eles aprenderam. E sei que sim porque quando eles aprendem nós também aprendemos. Para mim o aprendizado foi intenso”. 



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Osasco Fácil.


Enviar esta notícia por email
Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2017, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.