Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017

28/8/2012 - Osasco - SP

Campeãs olímpicas do vôlei recebem homenagem do prefeito de Osasco




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Osasco

Atletas do vôlei Osasco receberam uma homenagem especial nesta segunda-feira, 27 de agosto, no Ginásio de Esportes Professor José Liberatti, em Presidente Altino. O evento foi uma recepção com café da manhã em que o prefeito de Osasco, Emidio de Souza, concedeu honrarias para sete jogadoras do Sollys que fizeram parte do elenco campeão olímpico de vôlei feminino em Londres. Foram elas: Adenizia, Fernanda Garay, Jaqueline, Sheilla, Thaisa, Fabíola e Camila Brait – as duas últimas não fizeram parte do time que foi à Inglaterra, mas integraram a seleção brasileira até a preleção final do técnico José Roberto Guimarães.

Antes da homenagem, no entanto, todo o elenco patrocinado pela Sollys/Nestlé esteve reunido, inclusive com atletas antigas e recém-contratadas, como: a ponteira/líbero, Gabriella Guimarães Souza (Gabi), que veio Rio de Janeiro; a central Daniele Cristine Marcelo de Oliveira (Dani Suco), revelação da base; a central Ednéia Anjos de Souza (Ednéia); a ponteira Fernanda Garay, da equipe extinta do Vôlei Futuro, de Araçatuba; e a maior contratação da temporada, a oposta Sheilla, da equipe do Rio de Janeiro.

O secretário de Esportes, Recreação e Lazer, Claudio Chapecó, agradeceu o empenho da equipe. “Parabéns às campeãs. É uma alegria muito grande contarmos com um time tão forte e competitivo na cidade de Osasco. O prefeito Emidio foi muito eficiente quando garantiu o patrocinador mesmo com uma parceria conturbada anos anteriores. Agora é uma nova temporada com um time muito forte e novo. Confiaremos em mais títulos neste e no ano seguinte”, disse. 

O deputado estadual Marcos Martins falou da importância do espírito de união do novo grupo. “A experiência de campeãs olímpicas deve ter sido especial para cada uma de vocês e vai contagiar todo o grupo de Osasco agora. As novas atletas terão a garra daquelas que já são vencedoras e se sentirão mais estimuladas para entrarem em quadra. Como morador de Osasco fico muito contente de sabermos que a cidade está muito bem representada com jogadoras tão vitoriosas e talentosas”, discursou.

Emidio iniciou sua fala lembrando as atletas do Osasco, Camila Brait e Fabíola. “Torcemos tanto para que elas fossem para Londres, mas, como não deu certo, torcemos com elas aqui do Brasil. Isso não tira sua grandeza e o carinho que temos por você”, completou. Em seguida parabenizou as demais jogadoras. “Todos hoje nos sentimos campeões com vocês porque como brasileiros nos sentimos representados por nossos atletas e principalmente por quem vive em Osasco e vê suas jogadoras defendendo as cores da seleção brasileira. Aprendemos a amar o vôlei feminino e são mais de duas décadas de incentivo à modalidade na cidade. A cada dia o vôlei é mais admirado, praticado e atrai muitas crianças e jovens. Temos um centro de formação de atletas de referência no país do qual nos orgulhamos”, disse.

O prefeito também lembrou os desafios e os adversários na Inglaterra. “Quando vocês estavam em Londres jogando a final com os Estados Unidos, a nossa cidade Brasil parou, mas o coração de muita gente quase parou de tanto nervoso e vibração. É um orgulho saber que mais da metade da seleção do país é composta por gente que joga em Osasco. Quero agradecer muito todas as atletas que fazem parte da história de Osasco e tenham certeza que o carinho das pessoas aumentou ainda mais”, reforçou. “A recuperação que vocês tiveram ao longo da competição demonstrou a força do esporte de alto rendimento no país e também serviu de exemplo e estímulo para crianças e adolescentes praticantes de vôlei. Deixo as boas vindas para as novas atletas e um bom retorno para aquelas que já vestem a camisa do Sollys/Osasco”, completou.  

   

Depois dos discursos, o prefeito entregou flores e uma placa de aço com homenagens para cada uma das sete atletas. Ele ainda presenteou o treinador do Sollys/Osasco, Luizomar de Moura, por meio do assistente técnico do time, Jefferson Arosti, com um quadro da trajetória vitoriosa do time campeão da SuperLiga 2012 sobre o Rio de Janeiro.

Também prestigiaram do evento a secretária de Governo, Marisa Elisabeth; o supervisor geral do Sollys/Osasco, Benê Crispi e membros da equipe técnica do Sollys/Osasco e da Secretaria de Esportes Recreação e Lazer de Osasco.

Trajetória

Durante os jogos olímpicos, o Brasil disputou oito jogos. Foram partidas contra a Turquia (3sets a 2), uma vitória apertada; os Estados Unidos (derrota por 3 sets a 1); Coréia do Sul (derrota por 3 sets a 0); China (vitória por 3 sets a 2); Sérvia (vitória por 3 sets a 0), Rússia (vitória por 3 sets a 2), Japão (vitória por 3 sets a 0) e a final contra os Estado Unidos (vitória por 3 sets a 1).



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Osasco Fácil.


Enviar esta notícia por email
Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2017, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.