Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018

10/9/2018 - Osasco - SP

Palestra na Câmara esclarece público sobre “Fake News”




As jornalistas Rosa Symanski e Suzy Gasparini estiveram na Câmara Municipal de Osasco na manhã desta quarta-feira (25), para ministrar a palestra “Fake News na política – o risco é maior em ano de eleição”. O evento, organizado pela Escola do Parlamento de Osasco (EPO), foi uma oportunidade de esclarecimento sobre o tema, assunto que deve movimentar as próximas eleições.

A palestra foi aberta aos servidores da Casa e ao público em geral, e os participantes puderam esclarecer suas dúvidas sobre a prática das chamadas “Fake News”, que tem sido adotada praticamente no mundo inteiro.

As jornalistas Rosa Symansky e Suzy Gasparini fizeram uma abordagem bastante completa do tema e explicaram como surge esse tipo de notícia. De acordo com elas, esse não é um problema novo mas as redes sociais acabam tornando a disseminação desse conteúdo de forma mais intensa e veloz.

Uma pesquisa do Massachussets Institute of Technology (MIT) aponta que as “Fake News” se espalham 70% mais rápido do que as notícias verdadeiras, além de serem mais compartilhadas. Quando o assunto abordado está relacionado à política, esse tipo de notícia se espalha três vezes mais rápido. Rosa lembrou que, por isso mesmo, as notícias falsas envolvendo candidatos são muito visadas.

De acordo com as palestrantes, o mercado das “Fake News” é muito lucrativo, devido ao compartilhamento de textos e vídeos, que geram lucros para as

pessoas que produzem esse tipo de informação.

Ainda segundo as jornalistas, é preciso desconfiar de todo tipo de notícia veiculada pelas redes sociais. Geralmente, essas notícias costumam trazer fatos mirabolantes, além de possuírem muitos erros de linguagem e terem uma formatação visual ruim.

As palestrantes explicaram que hoje existem projetos de lei de deputados ou senadores que propõem barrar essa prática no Brasil. No entanto, a regulamentação dessas matérias acaba se chocando com a questão da liberdade de expressão. Por isso, o método mais eficaz para retirar do ar as “Fake News” ainda é o processo judicial.

REPERCUSSÃO

Segundo o Diretor da Escola do parlamento de Osasco, Roberto Delphino Júnior, a ideia de trazer as palestrantes surgiu da necessidade de orientar o público, com vistas às eleições, além de proporcionar momentos de capacitação. “A Intenção do Presidente da Câmara, Dr. Lindoso, é sempre trazer o que há de melhor para os servidores, vereadores e o público presente”, explicou.

Para o advogado Edu Eder Carvalho, que acompanhou a explanação das jornalistas, o evento foi interessante por proporcionar conhecimento. “Achei interessante, porque o tema é atual e ainda não existe uma regulamentação sobre isso; foi uma iniciativa bem esclarecedora”, disse.

O jornalista Roberto Carlos de jesus Oliveira, da RCTV Interativa, acredita que as “Fake News” acabam influenciando os eleitores com inverdades e a palestra ajudou a esclarecer este e outros pontos. “Veio de encontro com a realidade que o nosso país vive, que é a falta de credibilidade, transparência e, sobretudo, punir aquelas pessoas que não são da área e que fomentam essas mentiras, que vão prejudicar a vida não só do político, mas principalmente aquele que vai decidir o futuro do Brasil, que é o eleitor”, concluiu.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Osasco Fácil.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.