Sábado, 20 de Outubro de 2018

8/8/2018 - Osasco - SP

Prefeitura de Osasco realiza o Dia "D" de Vacinação




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Osasco

Texto: Talita Castro
Imagem: Sergio Gobatti

 

O prefeito de Osasco, Rogério Lins, acompanhou no sábado, 4/8, o dia “D” de Vacinação, realizado pela Secretaria de Saúde, em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), das 8h às 16h. Foram disponibilizadas as vacinas contra Poliomielite, Sarampo, Febre Amarela, HPV e Meningite. A imunização continua até o dia 31/8 em todas as 35 UBSs, de segunda-feira a sexta-feira, das 8 às 16 horas.

Lins esteve na UBS Santa Maria Goretti, no Jardim Bela Vista, e na Neyde Alves da Silva, na Cidade da Flores, e aproveitou para levar as filhas Beatriz, 9 anos, que tomou as vacinas contra HPV e Sarampo, e Fernanda, 4 anos, que foi imunizada contra Poliomelite e Sarampo.

Quem precisa tomar
Poliomelite e Sarampo: Crianças de 1 ano até 4 anos, 11 meses e 29 dias;
HPV e Meningite: Adolescentes dos sexos feminino e masculino de 11 anos até 14 anos, 11 meses e 29 dias, lembrando que adolescentes do sexo feminino podem iniciar a vacinação do HPV a partir dos 9 anos.
Febre Amarela: Crianças a partir dos 5 anos, adolescentes, adultos e idosos.
 
As doenças
Sarampo: Tem risco presente de disseminação, tendo em vista a atual situação epidemiológica na região das Américas, com aumento do número de casos e de países afetados, especialmente a ocorrência de surtos epidêmicos nos estados de Roraima e Amazonas e registro de óbitos pela doença.
Poliomielite: No ano de 2018, até o dia 8 de maio, foram registrados oito casos da doença, sendo todos nos países endêmicos: um no Paquistão e sete no Afeganistão.
Febre Aramela: No período de monitoramento de 1 de julho/2017 a 20 de março 2018, foram confirmados 1.098 casos no país, sendo que 340 vieram a óbito e outos 854 casos ainda estão sob investigação. Desde fevereiro de 2018 o município de Osasco é área de recomendação para vacina. Em 2018, Osasco recebeu a notificação de 28 casos suspeitos, dos quais quatro foram confirmados, quatro continuam sob investigação e houve um óbito. Em todos os casos confirmados, os pacientes contraíram a doença em outros municípios.   
HPV: Estudo realizado em 2017 indica que a prevalência nas capitais do Brasil é de 54,3. A campanha visa aumentar a cobertura vacinal dos adolescentes de 9 a 14 anos.
Meningite: Recentes pesquisas constatam ausência de anticorpos protetores poucos anos após a vacinação de lactentes e crianças mais novas. A vacinação de adolescentes proporcionará proteção direta, impedindo o deslocamento do risco de doença para esses grupos etários.
 
Quem não se vacina coloca não só a própria saúde em risco, mas também a de seus familiares e outras pessoas com quem tem contato, além de contribuir para aumentar a circulação do vírus e o retorno de algumas doenças já erradicadas e controladas no Brasil.
Haverá mais um dia “D” em 18/8, das 8 às 16 horas, um sábado, para todos serem imunizados. Mais informações no telefone da Secretaria da Saúde (11) 3699-8900.


Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Osasco Fácil.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.