Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019

6/11/2012 - Osasco - SP

Time de futebol de Osasco disputa Copa no México




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Osasco

Que o esporte é ótimo para saúde todo mundo sabe, mas a equipe de futebol do Reumatismo Master F.C. leva a prática ainda mais a sério e na base de muita disciplina. Prova disso, é que a equipe, apoiada pela Secretaria de Esportes, Recreação e Lazer da Prefeitura de Osasco, embarca em Guarulhos nesta sexta-feira, 9 de novembro, às 23h55, rumo ao México para disputar a 4ª edição da Copa Pacífico 2012, competição organizada pela Confederação Mexicana de Futebol em parceria com a agência de viagens brasileira Cia Travel. A Copa será realizada entre os dias 11 e 16 deste mês em Los Cabos, no México, e reúne equipes brasileiras, mexicanas e de El Salvador.

O campeonato terá duas categorias. A Master (a partir de 42 anos para jogadores de linha e 34 anos para goleiro), com seis times e a Super Master (a partir de 53 anos e goleiro, 45), na qual o Reumatismo Master disputa, com oito equipes. De acordo com um dos fundadores e técnico do time, Edson Galdêncio, de 62 anos, a equipe disputa a competição devido ao alto desempenho apresentado em competições nacionais. “Temos uma organização que beira o impecável. Sabemos que não podemos errar e por isso treinamos exaustivamente fundamentos”, afirma, ele que também é atleta e é representante comercial de uma empresa de metais.

Este é o primeiro torneio internacional da equipe, que viaja, com recursos próprios, com esposas, filhos e namoradas. “Nosso elenco é muito família. Os jogadores não viajam se não levarem esposas e namoradas”, explica. 

Para Nilson Davi Ferreira, um dos outros quatro fundadores do time, a equipe é muito competitiva, vai forte para o México e não à toa sustenta 52 jogos de invencibilidade, sendo 25 vitórias fora de casa e 27 dentro, o que representa 1 ano e meio sem derrota. “Jogamos muito com ex-profissionais e temos um conjunto. Taticamente somos organizados e disciplinados. Um erro de passe representa muito para nós e pensamos no futebol jogado em nível de excelência”, explica o também capitão, diretor de marketing do time e técnico em prótese dentária.

Os fundadores explicam que a equipe começou treinando uma vez por mês, promovendo os jogos neste mesmo intervalo. Ao longo de seis meses, passou a treinar uma vez por semana e também a disputar jogos semanalmente. Os jogos se iniciaram dentro do município e logo ganharam dimensão nacional. “Nosso objetivo é enfrentarmos equipes master duríssimas no país e reconhecidas no meio”, disseram.

O vôo do time tem conexão para a Cidade do México e de lá segue para Los Cabos, na Baixa Califórnia, no norte do México, onde acontecem as partidas da Copa Pacífico 2012. “Viajam 39 pessoas com recursos totalmente próprios, dentre elas: jogadores, familiares, comissão técnica, torcedores. Nosso objetivo e termos qualidade de vida. O futebol é secundário, o fundamental é desfrutarmos da companhia dois amigos e familiares”, disse Nilson.

O Reumatismo F.C. foi fundado em 17 de janeiro de 2007 por amigos de empresários de diversos segmentos de Osasco e região. O atleta mais novo tem 45 anos e o mais velho 62. O elenco tem atualmente 23 atletas com idade média de 52 anos. O primeiro jogo realizado aconteceu contra a equipe máster do São Paulo F.C., no qual a equipe foi derrotada por 2 a 1. “Perdemos, mas demonstramos muito empenho. Houve lances duvidosos marcados pela arbitragem a favor do adversário. A partir daí sabíamos que teríamos um time forte, um belo futuro pela frente e deveríamos treinar muito para conseguir resultados expressivos”, afirma Edson. 

O time de Osasco já teve paradas duras pela frente. Em dezembro que 2011, a equipe enfrentou a seleção brasileira master e venceu por 3 a 0. Em abril deste ano, o Reumatismo disputou a Copa Ademir da Guia, em comemoração aos 70 anos do lendário jogador da Sociedade Esportiva Palmeiras, e venceu na final por 3 a 1 o time local de Palmeira, no Paraná, se sagrando campeão. Na ocasião, o evento reuniu os elencos master da seleção brasileira, do time do Atlético Paranaense e do próprio Palmeira de Paraná. “Havia mais de 10 mil pessoas assistindo a partida e os torcedores rivais gritaram nosso nome em sinal de admiração pelo futebol apresentado. Foi a partida mais mágica do Reumatismo”, conta Edson. 

O Reumatismo disputa a categoria Super Master e está na chave D. A estreia acontece no dia 12 de novembro, às 17h15 do horário mexicano e 22h15 do Brasil contra a equipe de São Bernardo do Campo, o Madrugada. A partida será transmitida pelo sitewww.ciatravel.com.br e terá locução da equipe da Fox Sports do México. O link também estará disponível no blog do time http://reumatismomaster.blogspot.com.br.

A equipe participará de um octogonal. Serão dois grupos de quatro e o primeiro de cada chave se enfrenta em partida mata-mata para definir o campeão do torneio. Na segunda partida, realizada na terça-feira, 13 de novembro, às 20h30 de Brasília, o Reumatismo enfrenta o time de El Salvador (Salvatores). Todas as partidas acontecem no campo de pré temporada do Tigres, do México. O Reumatismo enfrenta na quarta-feira, 14 de novembro, às 20h30 de Brasília, o Deportivo México.

Na quinta-feira, 15, às 21h30 (Brasil), será disputada a final do torneio. Se avançar, o Reumatismo enfrenta o melhor colocado da chave C, que pode ser o São José (último campeão da edição), o Sereno (Paraguai), o Rio Claro (Brasil) ou o Cooper (Canadá). O time retorna ao Brasil no dia 17 de novembro.

O time do Reumatismo levará 16 atletas para o México. São eles: Edmílson/Mancha (goleiro); Vanderlei (lateral direito); Macuco (lateral esquerdo); Nilson e João (zagueiros); Edson e Juarez (volantes); Fernando e Ratinho/Aílton (meias) e Helinho e João (atacantes) O banco de suplentes vem com Osvaldo/Macaco; Monga/Camargo; Carlos Ângelo/Nenê; Bento e João Maria/Rato.

Apoio da administração pública

Segundo Nilson e Edson, o secretário de Esportes de Osasco, Claudio Chapecó, e o vice-prefeito eleito, Valmir Prascidelli, têm papel fundamental no apoio ao futebol master e veteranos com passagens em times amadores na cidade. “Toda infraestrutura que precisamos é dada pela Prefeitura de Osasco. Disputamos alguns jogos no Rochdale e sempre que necessitamos de divulgação e suporte contamos com o Chapecó e o Valmir, que atendem, na medida do possível, nossos pedidos. Tivemos sempre apoio total da administração. Eles são espetaculares na comunicação dos eventos e mobilização de torcedores”, agradece Nilson.

Reumatismo, “só fora de campo”

O Reumatismo Master F.C. tem sua sede localizada na rua Gaspari Lunardi, no bairro Km 18, em Osasco. Todo final de ano fazemos um cadastro de pessoas que queiram reforçar o elenco. “Na nossa equipe é formada por advogados, protéticos, doutores, representantes comerciais e todo o tipo de pessoa que preze pela qualidade de vida, tenha gosto por viagens e viva em um ótimo ambiente familiar”, disse Edson, estendendo o convite para futuros craques, com idade avançada, que queiram vestir a camisa do Reumatismo. O telefone para contato é 99972-3442 e o email reumatismomaster@hotmail.com.

Os custos da participação na Copa Pacífico vêm do próprio bolso dos participantes, que fizeram rifas e bingos e contaram também com o apoio de patrocinadores, como a loja Kids Sports e a clínica Comandante Sampaio.

Nilson lembra ainda que em setembro de 2013 a equipe participa pela primeira vez do Campeonato Mundial de Master, na Espanha. “A primeira fase será disputada em Portugal. Os adversários e datas ainda estão em fase de definição, mas já estamos ansiosos. E quem diria que reumatismo é doença de velho? A gente ainda tem muito campeonato pela frente e a molecada que se cuide”, finaliza.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Osasco Fácil.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.